0

Seu carrinho está vazio

Light In The Attic

LOU REED "WORDS & MUSIC, MAY 1965 - Deluxe Edition" (2LP + 7”+ Cd, importado, novo, lacrado)

ou até 12x de r$ 46,18


↳ Faixas inéditas e fita demo da lenda, tudo em uma inacreditável edição de luxo!

Estado: NOVO
Formato: 2xLP Colorido
Ano de prensagem: 2022
País de prensagem: EUA
Condição Capa/Disco: S / S (?)


  • “Ouvir uma fita contendo suas primeiras demos, gravadas em 11 de maio de 1965 e trancadas até agora, é ouvir vestígios de coisas raramente associadas ao The Velvet Underground: blues e folk, terroso e tradicional, incerto e hesitante... mas cheio daquele espírito enferrujado e cáustico de Lou Reed. É uma revelação.” – Will Hodgkinson, MOJO

    • Todas as faixas inéditas
    • Produzido em parceria com Laurie Anderson e o Lou Reed Archive
    • Lançamento inaugural da série da Light in the Attic sobre o acervo da Lou Reed Archive
    • Apresenta as primeiras gravações conhecidas de “I’m Waiting for the Man”, “Pale Blue Eyes” e “Heroin”, que ficaram famosas por The Velvet Underground
    • Inclui sete composições inéditas de Lou Reed
    • Conjunto 2LP de 45 RPM prensado em vinil preto de 180 gramas com qualidade audiófila na RTI
    • Apresenta o único lançamento em vinil de “I’m Waiting for the Man – May 1965 Alternate Version”
    • Remasterizado a partir das fitas analógicas originais pelo engenheiro indicado ao GRAMMY® John Baldwin
    • Packaging desenhado pelo artista vencedor de vários GRAMMY®, Masaki Koike
    • Inclui disco bônus de 7 polegadas, alojado em uma capa recortada contendo o primeiro lançamento em vinil de seis faixas inéditas gravadas entre 1958 e 1964, incluindo as primeiras demos, um cover de “Don’t Think Twice, It’s All Right” de Bob Dylan, e uma serenata doo-wop gravada em 1958, quando o lendário cantor e compositor tinha apenas dezesseis anos
    • Encarte costurado, com die-cut, de 28 páginas apresentando letras, fotos de arquivo e resenhas de Greil Marcus, Don Fleming e Jason Stern
    • Reprodução de arquivo da carta escrita por Reed para Delmore Schwartz, por volta de 1964
    • Inclui CD contendo áudio completo do pacote, alojado em capa recortada
    • O lançamento inteiro está alojado alojado em uma capa LP estilizada e cortada em formato gatefold, fabricada pela Stoughton Printing Co.
    • Numerado em foil e limitado a 7.500 cópias em todo o mundo em vinil preto

    RELEASE

    Light in the Attic Records, em cooperação com Laurie Anderson, orgulhosamente anuncia o título inaugural de sua série Lou Reed Archive: Words & Music, May 1965. Lançado em conjunto com as comemorações do 80º aniversário do saudoso artista, o álbum oferece um som extraordinário e sem verniz, uma visão claramente comovente de um dos verdadeiros poetas e compositores da América.

    Capturando Reed em seus anos de formação, esta coleção de canções inéditas—escrita por um jovem Lou Reed, gravada em fita com a ajuda do futuro colega de banda John Cale e enviada para si mesmo como "poor man’s copyright"—permaneceu selada em seu envelope original e fechado por quase 50 anos. Seu conteúdo incorpora algumas das contribuições mais importantes e inovadoras para a música popular americana gravadas em fita no século XX.

    Através da análise destas canções firmemente enraizadas na tradição folk, vemos claramente a influência duradoura de Lou no desenvolvimento da música americana moderna – do punk ao art-rock e tudo o que está entre eles. Uma verdadeira cápsula do tempo, estas gravações não apenas comemoram as centelhas nascentes do que se tornaria as sementes do incrivelmente influente Velvet Underground; eles também cimentam Reed como um verdadeiro observador com um talento inato para sintetizar e destilar o mundo ao seu redor em pura poesia sonora.

    Contando com contribuições do futuro colega de banda de Reed, John Cale, Words & Music, May 1965 apresenta na íntegra as primeiras gravações conhecidas de canções históricas como “Heroin”, “I’m Waiting for the Man” e “Pale Blue Eyes”—todas elas que Reed eventualmente gravaria e tornaria indelevelmente influente com o Velvet Underground. Também estão incluídas várias composições inéditas que oferecem informações adicionais sobre o processo criativo e as primeiras influências de Reed. Produzido por Laurie Anderson, Don Fleming, Jason Stern, Hal Willner e Matt Sullivan, o álbum apresenta áudio recém-remasterizado das fitas originais pelo engenheiro indicado ao GRAMMY®, John Baldwin. Completando o pacote está uma nova resenha do aclamado jornalista e autor Greil Marcus, além de notas de arquivo detalhadas de Don Fleming e Jason Stern, que supervisionam o Lou Reed Archive.

    Imperdível!

  • Utilizamos uma classificação baseada nos padrões internacionais Goldmine e Record Collector Grading Systems. É o código universal para descrever precisamente a condição de um disco.

    S • Sealed / Lacrado
    O disco e a capa estão novos e ainda lacrados.

    N • New / Novo
    O disco e a capa estão novos, nunca tocados, porém não lacrados.

    M • Mint / Estado de novo
    O disco está em estado novo, absolutamente perfeito.
    Capa e documentos adicionais como encarte, folheto ou cartaz estão em perfeitas condições.

    NM • Near Mint / Quase Novo
    Descreve um disco quase novo, esta graduação é utilizada para discos que aparecem praticamente impecável, mas não perfeito. Uma marca superficial muito pequena pode aparecer no disco. No entanto, o disco deve tocar sem qualquer ruído sobre o defeito, a qual deve ser muito difícil de detectar.
    A capa fica perto de perfeita, nova, com apenas mínimos sinais de desgaste. Marcas menores na capa (devido à borda externa do disco que ficou dentro) ficam aceitável, porém a arte da capa deve ser tão perto da perfeição quanto possível.

    EX • Excellent / Excelente
    O disco mostra alguns sinais de ter sido tocado, mas há muito pouca atenuação na qualidade do som.
    A capa e a embalagem pode ter um ligeiro desgaste mas um excelente aspecto geral.

    VG+ • Very Good Plus / Muito Bom Plus
    A condição mais comum para os discos. O disco foi tocado algumas vezes, mas não exibe grande deterioração na qualidade do som, sem desgaste, apesar de leves e ocasionais marcas superficiais.
    A capa tem alguma imperfeição de manipulação como uso e desgaste normal, etiqueta de preço, marcas leve de vinco, … A capa também pode ser em perfeita condição, porem com um selo de DJ ou de cópia promocional, ou com um corte no canto.

    VG • Very Good / Muito Bom
    Capa que sofreu de dobrar, deformação de lombada, descoloração... Agora os sinais da idade e manuseio estão começando a aparecer. Você pode notar algum desgaste na superfície, há algum ruído e estalos. O disco pode ficar levemente empenado. Na dúvida, caso não tem uma descrição clara da condição no qual se encontra o disco, pode ser bom perguntar mais detalhes ao vendedor.

    VG- • Very Good Minus / Muito Bom Menos
    Os sinais da idade e manuseio estão muito presente. O disco apresenta desgaste na superfície, fica arranhado e toca com ruídos e estalos. O disco pode ficar levemente empenado e pode pular. Na dúvida, caso não tem uma descrição clara da condição no qual se encontra o disco, pode ser bom perguntar mais detalhes ao vendedor.
    Capa com muita marcas de idade e manuseio, deformação de lombada, descoloração...

    G • Good / Bom
    O disco foi tocado tanto que a qualidade do som foi visivelmente deteriorado, ruídos permanente, distorção e arranhões. Pode pular em vários momentos. A capa e os conteúdos podem ser rasgado, manchado e/ou apagado, também pode haver alguma escrita nela.

    B • Bad / Ruim
    O disco não toca corretamente devido a arranhões, ruídos ruims, pulos, etc ... A menos que seja algo muito raro não vale a pena escutar um disco nesta condição.
    A capa e os conteúdos são bastante danificados ou parcialmente ausentes.

    NA • Not Applicable / Não Aplicável
    Não tem disco, esta faltando.
    Não tem capa e/ou o disco se encontra numa capa branca, sem informação nenhuma.