To our customers abroad Brazil, please note that you can set the site in English and in your own currency. Check the menu below.

0

Seu carrinho está vazio

Goma Gringa Discos

GADIAMB B - 2018 (Lp, 180gr, capa DeLuxo, novo, lacrado)

Estado: NOVO
Formato: LP 180gr
Ano: 2019
País: Brasil
Condição Capa/Disco: S / S (?)

Edição limitada de 200 cópias exclusivas, capa dura DeLuxo, disco 180gr


No auge da indústria do vinil, o lado A dos discos era destinado às músicas mais comerciais dos artistas, e no lado B se concentravam as mais alternativas e autênticas. Na visão de alguns deles, seus melhores trabalhos estavam ali.
Foi essa a inspiração de Gadiamb B para incluir um B em seu nome após quatro anos de ensaios desde a formação desta banda paulistana e a reformulação do seu trabalho. Gadiamb abraça seu lado B e lança seu primeiro álbum de estúdio, que surge instrumental e diversificado.

Inicialmente concebido com reverência à produção de Afro-Funk nos anos 70 em países como Gana, Nigéria e Benin, o projeto buscou influências nos ritmos e sonoridades de bandas e artistas como Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou, Ebo Taylor, Peter King, Marijata, Ogyatanaa Show Band e Gyedu-Blay Ambolley.

Nas oito faixas que compõe o repertório, a referência do afro-funk aparece em meio a tantas outras - o beat afro das baterias foi preservado, porém o som agora caminha para o groove, com influências do jazz e de ritmos brasileiros e caribenhos.

“Marie Não Fui Eu” resgata o highlife nigeriano num convite para remexer a cintura. Na curta letra bem humorada em francês e português, Marie (Juçara Marçal) tenta descobrir numa conversa - com Kiko Dinucci - quem pegou seu croissant. Já em “Xangô”, Anaïs Sylla brinca com as palavras em francês para declarar: a Justiça é morta.

Apresentando uma fusão de ritmos dificilmente rotulável, Gadiamb B nos oferece um álbum notável, potente e intemporal, livre de gêneros e modas.

CLICA E SAIBA MAIS SOBRE ESTE LANÇAMENTO GOMA GRINGA

Newsletter

CONTATO