0

Seu carrinho está vazio

Independente

QUEBRANTE feat. LURDEZ DA LUZ ‎"HEY MAN / PEGASUS" (7”, novo)

ou 3x de r$ 18,33 sem juros


Estado: NOVO
Formato: 7"
Ano de prensagem: 2020
País de prensagem: Brasil
Condição Capa/Disco: N / N (?)

Tá na pista o novo e surpreendente 7 polegadas do combo Quebrante, que apresenta um par de sons com uma levada totalmente influenciada pelo reggae - ou nu-dub, de acordo com a definição do baixista e produtor Matthieu Hebrard, que, ao lado do DJ e programador Wil Robson, é um dos idealizadores do projeto, fundado lá no comecinho dos anos 2000.

O grande barato das faixas "Hey Man" e "Pégasus", respectivamente os lados A e B do compacto, é a participação da MC e cantora Lurdez da Luz. Veterana da cena paulistana e indiscutivelmente uma das melhores MCs do país, a artista chega junto com muito estilo, a ginga e o flow característicos, e o resultado é sensacional.



Mistura de reggae, funk e soul-jazz, a cozinha do Quebrante é uma cortesia do baterista Bruno Buarque, do guitarrista Allan Spirandelli, e dos próprios Matthieu (no baixo) e Will (na programação e nos synths). O estilo analógico, downtempo e hipnótico dos caras puxa na memória uma turma gringa de respeito, gente como El Michels Affair, The Lions e Menahan Street Band - pra citar apenas alguns.

Totalmente adequado ao pique orgânico da banda, o estilo de Lurdez passeia por uma mistura de referências que vão das minas do rap old school norte-americano - como o grupo Sequence ou a rapper Sha-Rock, do combo Funky 4 + 1 - às grandes cantoras do roots reggae, como Marcia Griffiths e Jennifer Lara. E é justamente o ritmo jamaicano que inspira ambas as músicas, que exalam balanço, cadência e sensualidade.

Com uma tiragem de 250 cópias, o disquinho conta ainda com alguns coringas: 1. A presença de Kiko Dinucci em "Pégasus", arrepiando na programação, nos teclados e synths; 2. A direção de arte da capa, que ficou por conta do grande DJ e artista gráfico MZK, que conseguiu traduzir, bem ao seu estilo, a essência do som; 3. Ambas as mixagens ficaram a cargo de um verdadeiro especialista quando o assunto são os timbres da ilha caribenha, Victor Rice.

Carregado de ótimas referências, Quebrante é um projeto feito com bom gosto e autenticidade. Um ótimo aperitivo para, quem sabe, um futuro LP no mesmo (alto) nível.

Pedro Pinhel
Original Pinheiros Style
Agosto de 2020