0

Seu carrinho está vazio

Manu Maltez

CHIFRE • Manu Maltez

ou 3x de r$ 216,66 sem juros



Gravura em metal em água forte e ponta seca
Folha: 39 x 27 cm / Chapa: 29,7 x 21 cm

Papel Hahnemühle 300gr

Sem informação de cópia



Gravura produzida na técnica de gravura em metal em água forte e ponta seca.

Cópia impressa em 2017, assinada a mão pelo artista porém sem informação de numeração ou prova.
Única cópia disponível.


ÁGUA-FORTE

Neste processo a gravação é resultado da ação de mordentes (ácido nítrico ou percloreto de ferro, por exemplo) que corroem o metal. A superfície do metal é coberta com um verniz (resinas e ceras) resistente ao ácido. O desenho das linhas é feito com uma ferramenta de ponta metálica que retira o verniz. A chapa é mergulhada em um recipiente com mordente que ataca as linhas expostas gravando sulcos. Quanto mais tempo, mais profunda será a gravação. Devido aos diferentes tempos de exposição ao mordente, é possível obter uma variação de linhas em uma gravura. Após a gravação, o verniz é removido e a placa é entintada e impressa.


PONTA SECA

É um processo direto, de desenhar riscando com uma ponta de aço a placa de metal. Desta forma, criam-se linhas com rebarbas. A variação de pressão exercida pela mão cria diferentes profundidades na gravação e, consequentemente, diferentes tonalidades na estampa, já que encavos mais profundos guardam maior quantidade de tinta. Como as rebarbas também guardam tinta, a linha da ponta seca, ao ser impressa, resulta aveludada.
A aproximação dos riscos, como também o número de cruzamentos, faz aparecer negros intensos. A desvantagem deste método é o desgaste a cada impressão que resulta numa tiragem reduzida.

Fonte: Projeto “O que é uma gravura?”, por Cris Rocha e Kika Levy